sexta-feira, 2 de abril de 2010

GREG´S HOME

Hi,

Como já sabido, eu passei minha folga de segunda pra quinta na casa dos pais do Greg, in Sechelt. Como foram longos 4 days, eu vou escrever uma espécie de diário atrasado, contando cada um dos dias. Mas, antes disso, eu vou situar vocês no tempo e no espaço sobre Greg, sua família e a “casa”.

Sobre o Greg nada muito a dizer: um sujeito baixinho, de 35 anos, com sérias tendências alcoólicas. O que ficou mais marcante pra mim nesse período agora, é tão clara e grande é a dependência dele para seus pais. Ele me disse que alguns dias antes de virmos pra cá, ele chegou em casa na montanha (bêbado, é claro), e sua mãe confiscou a carteira dele com todo os cartões, deixando alguns dólares para gastos gerais. Pretty much mature, as you can see.

Voltando à casa, se assim podemos chama-la. Os pais são já pessoas aposentadas, já beirando os 70 anos, tem ali por volta de 61, 62. O David trabalhou em muitas empresas, creio eu ligado a storage, coisas portuárias etc., coisas muito comuns por aqui. A Lenn, por outro lado, fez o que eu chamaria de riqueza no profitable ramo das famosas Mortgages (responsável pela famosa marolinha do Lula anos atrás). Esse negócio, por sinal, hoje é conduzido pela nora, a – segundo o Greg – dominadora Kirsten.

Depois de viver muitos anos em Pitt Meadows, ao lado de Vancouver, uns parentes deles vieram com uma proposta pra eles: se mudarem para Sechelt, até pra cuidar das coisas deles por aqui. Ao que parece, o David ganhou um “terreninho”, se dando só ao trabalho de ter que construir a casa. E que casa!!! Segue algumas fotos:

Dois detalhes da salinha com cozinha do piso superior (e a vista ao fundo)
E, claro:
Duas imagens da vista da sacada (com a poderosa BBQ machine)

Resumindo, tem uma vista descomunal, duas salas muuuito legais, uma cozinha dos sonhos, 3 belíssimos quartos (plus outro que foi transformado em canto da Lenn) e outros infinitos daqueles famosos quartos pra guardar porcarias, como nós temos no Brasil. Se não bastasse, dois banheiros (fora o da suíte), uma outra cozinha downstairs e um beeem espaçoso home office.

Melhor, só a casa do primo da mãe dele...

See Ya

Um comentário: